Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Professora de Natação

Professora de Natação

02
Jun18

PROPOSTAS METODOLÓGICAS PARA APRENDIZAGEM E CORRECÇÃO DAS TÉCNICAS DE NATAÇÃO

Andreia Granjo

 

4-estilos-natac3a7ao.jpg

 

O objectivo deste texto é múltiplo: (i) apresentar uma sugestão metodológica para o ensino das quatro técnicas convencionais da natação pura (crol, costas, bruços e mariposa); (ii) sistematizar o conhecimento existente relativo aos erros mais frequentes nas quatro técnicas de nado referidas, assim como as suas causas prováveis; (iii) formular propostas de correcção para o aprimoramento das referidas técnicas de nado e (iv) dar a conhecer alguns meios tecnológicos desenvolvidos pelo nosso grupo que permitam ao professor/treinador melhor objectivar o aperfeiçoamento da técnica de nado.

O ensino das técnicas convencionais de natação pura começa pela acção dos MI, pois este movimento é o mais simples, sendo fundamental para assegurar uma adequada posição horizontal

No caso da técnica de bruços, a acção dos MI é mais complexa que a acção dos MS, pelo que nessa técnica específica seria mais indicado iniciar o ensino por esta última.

Assim, a presente proposta desenvolve, em primeiro lugar, o desenvolvimento de uma base propulsiva – a acção dos MI – e vai progressivamente acrescentando padrões coordenativos mais complexos, nomeadamente a coordenação entre a respiração e a acção dos MI e, posteriormente, a coordenação entre a acção de um MS, a respiração e a acção dos MI, para finalmente terminar com o ensino da técnica completa.

Após a aprendizagem da acção dos MI, deve-se adicionar a respiração a este movimento, devendo o aluno ser capaz de coordenar a acção dos MI com a respiração. No entanto, este novo conteúdo só deve ser introduzido quando não condicione negativamente a correcta execução do gesto técnico anterior.

Após o aluno ter consolidado a acção dos MI/respiração, é necessário introduzir a acção dos MS.

Após enorme exercitação deve-se introduzir o ensino da técnica completa, mas somente quando o aluno já adquiriu o padrão coordenativo da acção dos MI/ respiração/acção dos MS unilateral.

Por fim, após a aquisição da técnica completa realizada com um padrão coordenativo correcto é que se deverá focar a atenção nos detalhes de cada movimento. Se tal acontecer antes, a concentração no detalhe vai prejudicar a aquisição do padrão coordenativo da técnica alvo.

 

https://boletim.spef.pt/index.php/spef/article/view/239/226

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D